© 2011 . All rights reserved.

6 meses viajando, aprendendo e evoluindo!

Desde que comecei a viajar, tenho aprendido bastante vivendo, errando e observando. Sinto que estou evoluindo aos poucos.

Hoje fazem exatamente 6 meses que botei o pé na estrada e por acaso estou em Ubud, Bali, na Indonésia, lugar onde resolvi parar um pouco, descansar, olhar prá trás e refletir. Aqui é simplesmente o lugar perfeito para isso. Resolvi também tirar tudo que eu tenho escrito todo esse tempo da gaveta, todas as fotos tiradas e publicar no meu blog, que estava parado desde maio.

Estou revivendo novamente cada momento vivido! Estou adorando!

Olhando prá trás, vejo uma Simone em abril completamente diferente da Simone hoje, aqui em Bali, em vários aspectos. Um deles é na maneira como conduzo minha viagem, e quero compartilhar essa mudança e experiência.

A melhor e maior mudança, é que deixei de ser turista… Calma! Não resolvi morar na Indonésia, só mudei minha atitude.

Dei férias para as minhas 2 máquinas fotográficas! Claro, continuo tirando fotos, mas não deixo de olhar e curtir o lugar e o momento que estou vivendo. Só me dei conta disso esses dias, quando vi um grupo de turistas loucos tirando fotos e vendo a incrível paisagem de Uluwatu pela telinha LCD da máquina fotográfica, enquanto a paisagem estava bem ali, diante deles. Enquanto isso, minha máquina de bolso estava na minha bolsa e minha máquina profissional dentro da minha mala, no taxi que me levou lá. Alguns meses atrás, eu era exatamente como eles… E ainda ficava chateada quando a foto não saia boa!!! Hoje uma foto mal tirada jamais se sobrepõe ao prazer de estar em um lugar maravilhoso e a certeza de que tudo ficará prá sempre na minha memória!

Outra coisa são os passeios turísticos, vendidos em todo canto do mundo. Já faz um tempo que não me submeto a isso. Aqui na Indonésia não fiz nenhum. Ando pelas ruas, faço amizade com o pessoal local e eles me mostram e dão as dicas do que tem de melhor em cada lugar. Além de conhecer lugares reais, nada turísticos, sem cenários montados para o turismo, tenho contato com o povo, a língua e cultura locais, o que não tem preço!

Não faço mais, nem sigo cronograma. Cronograma é bom no trabalho, não nas férias! Se eu fizer isso, corro um risco enorme de me frustrar e pior ainda, esquecer de viver o momento para cumprir o cronograma de viagem! Ah sim… Se não me organizar, posso acabar sem visitar todos os pontos turísticos que pesquisei no Google, nos guias de viagem e que um monte de gente me falou “você não pode deixar de ver”!!! Vale a pena ficar mais tempo em um lugar que realmente me faz bem do que sair correndo pra ver aquele outro, que não faço idéia do que seja, mas “dizem” que é o melhor e se eu não for, vão dizer “você foi até lá e não viu isso?!?!?”rsss. Aprendi que cada um é um ser único, então não me preocupo mais, pois o “melhor” lugar do mundo simplesmente não existe. O que existe é o melhor lugar prá mim!

Quantidade é inversamente proporcional à qualidade. Dar a volta ao mundo em 5 meses (meu plano inicial, quando resolvi viajar), não é impossível, pode se fazer até em menos tempo. O problema é que acaba conhecendo melhor os aeroportos e companhias aéreas do que os lugares que o avião pousou! Pode-se dizer: “dei a volta ao mundo e conheci mais de 20 países diferentes!”, mas a verdade é: “voei ao redor do globo e conheci mais de 20 aeroportos diferentes!”.

Quero deixar claro que não estou aqui dando conselhos, muito menos ditando regras de como se viajar!

Como eu mesma disse antes, cada um é um ser único, portanto cada um atinge sua satisfação e realização por meios diferentes. Estou apenas compartilhando com vocês como tenho feito para atingir minha satisfação e realização pessoal! Com certeza tenho evoluído e aprendido com pessoas que compartilharam comigo seu modo de viajar!

Espero apenas estar contribuindo e servindo de inspiração para alguém por aí!

A propósito, a foto do post, mal tirada, mas com muito significado, é da flor de lótus, tirada no dia que cheguei aqui em Ubud!

2 Comments

  1. Pedro

    Simone~~~Tudo bom???
    Tu tah em Indonesia? Acabei de recepcionar um pessoal de Sumatra … mto gente boa o povo.
    Dsejo uma otima viagem~~~
    bjaoooooo

    • Oi Pedro!! Realmente o povo indonésio é incrivelmente amigável! Estão me recebendo de braços abertos e fazendo eu me sentir em casa!
      Bjs bjs

Leave a Reply

Your email address will not be published.
Required fields are marked:*

*